Gengiva sangrando: quando procurar um dentista?

A gengiva sangrando é um sinal de preocupação, visto que pode ser início de um quadro de gengivite, periodontite ou diversas outras patologias bucais. Ao contrário do que muitos pensam, a saúde bucal não se relaciona apenas aos dentes, mas também à gengiva, que é um tecido importantíssimo para proteger e sustentar os dentes. 

Contudo, nem sempre se trata de uma doença: o sangramento na gengiva pode ser ocasionado em decorrência de uma escovação incorreta ou uso inadequado do fio dental. Agora, quando a gengiva sangra sozinha, algo não está correto e a atenção deve ser maior. 

É normal a gengiva sangrar? 

É comum que as pessoas não se preocupem com o sangramento da gengiva, geralmente, se acontecer durante a escovação ela parar imediatamente. No entanto,  é preciso se preocupar com as causas, pois  não é normal que isso aconteça. 

Uma gengiva saudável apresenta uma cor rosada, fica junto aos dentes e não sangra quando encostamos a escova ou passamos fio dental. Quando a gengiva está sangrando ao escovar, é sinal de que ela está inflamada, ou seja, algo do nosso corpo não está correto. 

Quando ocorre a inflamação, a gengiva fica mais escura, sensível e com um mau hálito. Para evitar esses sintomas e manter a proteção bucal, tenha um plano odontológico. Dessa forma, é garantido que você vai ao dentista frequentemente. 


O que a gengiva sangrando pode causar? 

Um quadro de gengiva sangrando muito pode causar gengivite (inflamação de gengiva) e, quando não tratada, pode evoluir para uma periodontite, doença que compromete as estruturas de sustentação dos dentes. O problema pode evoluir, chegando a deixá-los moles e podem cair. 

Por isso, a qualquer sinal de sangramento, é importante ir a uma consulta odontológica para que um profissional verifique as causas e os possíveis tratamentos. Com os planos Uniodonto, você garante uma ida periódica ao dentista, podendo realizar tratamentos preventivos e evitar que doenças desse tipo aconteçam. 


Quais são as causas da gengiva sangrando? 

Na maior parte das vezes, a gengiva sangrando pode ser decorrente da escovação incorreta ou até mesmo da falta dela. Lembre-se de escovar os dentes após cada refeição e antes de dormir, além de usar o fio dental para alcançar todos os cantos dos dentes. 

Outro método para manter a saúde bucal em perfeito estado é ir à consulta ao dentista periodicamente, isso porque algumas partes dos dentes só conseguem ser limpas totalmente com materiais específicos e com a ajuda de um profissional.

Se você coloca muita força para escovar os dentes, a gengiva é um tecido sensível, por isso, pode inflamar e sangrar. Verifique também se sua escova está boa para uso, analise se as cerdas estão macias e troque a cada três meses. 

A deficiência de vitaminas C e K no corpo também podem ocasionar o sangramento gengival. Para saber se está tudo em dia, contrate um plano odontológico familiar e tenha à sua disposição a possibilidade de se consultar sempre que necessário. 

Alterações hormonais na gravidez podem gerar manifestações de sangramento frequente. Principalmente durante o segundo e terceiro trimestre, é possível verificar um aumento de progesterona, o que deixa a gengiva mais inchada, e, como tal, mais propensa a sangramento gengival.

Venha conhecer os convênios odontológicos da Uniodonto para cuidar da sua saúde bucal e permanecer com um sorriso saudável sem ter uma gengiva sangrando. 


Leia também
Assuntos relacionados